PSPE
PSPE
03 Mai
Orçamento da UE, tal como está, não terá voto favorável dos eurodeputados do PS

Orçamento da UE, tal como está, não terá voto favorável dos eurodeputados do PS

A proposta de quadro financeiro plurianual, adotada pela Comissão Europeia e apresentada ao Parlamento Europeu é insuficiente quantitativamente e desequilibrada qualitativamente. Não é aceitável que, perante uma União Europeia em que as assimetrias de desenvolvimento têm vindo a aumentar, as políticas de coesão e convergência em vez de serem reforçadas, sejam amputadas na afetação financeira.

 

Não está também implícita na formulação da proposta uma visão robusta para completar a União Económica e Monetária. A proposta apresentada, reflete um quadro de gestão e não um quadro de ambição. Estamos perante um ponto de partida e não perante um ponto de chegada.

 

Tal como apresentada, a proposta da Comissão Europeia não está à altura do que a União Europeia necessita e não terá o voto favorável dos eurodeputados do PS, os quais se baterão pela sua alteração de forma a poder dar resposta às necessidades e aos desafios do futuro da Europa e a defender os interesses nacionais.

 
 
 

Inscreva-se e receba notícias dos Socialistas Portugueses no Parlamento Europeu