PSPE
PSPE
13 Mar
Nicarágua e Venezuela são “distorções grosseiras” dos valores democráticos

Nicarágua e Venezuela são “distorções grosseiras” dos valores democráticos

O regime sandinista da Nicarágua, tal como o regime bolivariano da Venezuela, "tornou-se uma distorção grosseira dos valores democráticos e dos valores fundadores da esquerda democrática", afirmou Francisco Assis durante a sessão plenária de Estrasburgo.

 

"Em vez da igualdade, a pobreza. Em vez da liberdade, a repressão da sociedade civil e a perseguição dos adversários políticos. Em nome dos valores da esquerda democrática devemos condenar com toda a veemência o que se passa hoje na Nicarágua", destacou o deputado.

 

Ao intervir no mesmo debate sobre a situação na Nicarágua, Carlos Zorrinho considerou ser "tempo de acionar os mecanismos que estão ao nosso alcance no quadro do direito internacional para nos colocarmos ao lado do povo".

 

De acordo com o deputado, as orientações a seguir pela União Europeia em relação ao regime "autoritário" de Daniel Ortega devem, em primeiro lugar, "apoiar todas as possíveis linhas de diálogo interno que possam conduzir a um processo de eleições livres e justas" e em segundo lugar, "e se se verificar a insuficiência da pressão para o diálogo, considerar a aplicação de sanções específicas que não se reflitam nas condições de vida da população".

 

Um caminho também defendido por Francisco Assis porque o regime sandinista "como costuma acontecer com os regimes que degeneram recorrem agora à desinformação, à intimidadação e à invenção de inimigos externos que sirvam de bode expiatório para os próprios falhanços".

 

"Se necessário, acionar a cláusula do acordo de associação da União Europeia com a América Central que permitirá suspender a Nicarágua desse acordo até serem restabelecidas as condições para um funcionamento democrático das instituições", sugeriu Carlos Zorrinho.

 

"Tudo isto em nome de uma palavra: democracia!", frisou Francisco Assis.

 
 
 

Inscreva-se e receba notícias dos Socialistas Portugueses no Parlamento Europeu