Resposta europeia, solidária e coordenada

Resposta europeia solidária e coordenada 27.05.2020

A Comissão Europeia apresentou hoje, na sessão plenária extraordinária do Parlamento Europeu, a sua proposta revista para o Quadro Financeiro Plurianual (QFP) 2021-2027 e para o Plano de Recuperação da Europa, na sequência da crise originada pela pandemia da Covid19.   A Delegação Socialista Portuguesa no Parlamento Europeu saúda a proposta da Comissão que aponta para uma resposta europeia, solidária e coordenada a esta crise e destaca três pontos que estão na linha do que o Parlamento Europeu tem vindo a pedir.

 

 

Uma nova geração de políticas de coesão para o Pacto Ecológico Europeu

Uma nova geração de políticas de coesão para o Pacto Ecológico Europeu 23.05.2020

As políticas de coesão têm “contribuído para o combate às alterações climáticas. Mas têm de contribuir mais.

 

 

Orçamento forte e compromisso sério

Orçamento forte e compromisso sério 22.05.2020

Só “um orçamento europeu forte e um compromisso sério de todos os Estados-membros serão decisivos para o sucesso do Pacto Ecológico”, disse Isabel Estrada Carvalhais durante um encontro com alunos da Escola Secundária de Caldas das Taipas, em Guimarães.   A deputada entende ser necessário “assumir metas que contrariem as alterações climáticas”, dotando os estados e as sociedades dos recursos financeiros, humanos, técnicos e científicos que tornem essas metas exequíveis. “A única forma de o Pacto Ecológico Europeu ser respeitado é exigir que o acesso dos apoios aos Estados-membros a determinados fundos fique condicionado ao respeito pelas normas e metas estabelecidas”, detalhou.    “Transição energética com princípios solidários” foi outro tema abordado por Isabel Estrada Carvalhais porque deve ser proporcionado “a todos a oportunidade de acompanhar essa mudança”. 

 

 

Uma app que devia ser europeia

Uma app que devia ser europeia 22.05.2020

Cada país está a desenvolver as suas apps para facilitar o desconfinamento, o turismo, a liberdade de circulação de pessoas dentro da União Europeia e ajudar a convivência social “e por isso é indispensável que elas sejam interoperáveis quando uma app europeia dispensaria esses problemas técnicos, mas nenhuma está a ser desenvolvida”, afirma Maria Manuel Leitão Marques num artigo de opinião publicado no Observador. Durante a discussão sobre o tema, o Comissário Didier Reynders, responsável pela justiça e a defesa dos consumidores, referiu que “teria sido melhor desenvolver uma única app europeia, mas que isso atrasaria muito o processo.

 

 

Industrialização verde

Industrialização verde 21.05.2020

Carlos Zorrinho defende que “ou mudamos ou perdemos o comboio da nova economia com consciência social e ambiental que tem de emergir das ruínas da devastação pandémica”. A opinião é expressa num artigo publicado no jornal I.